Tesourinhos deprimentes - O Decálogo dos condutores

in O Tremontelo

21 de junho de 2007

posted by Perdido@0:18

 

A hipocrisia é tanta!

I. Não matarás (comentário: usa camisinha)

II. A estrada deve ser um instrumento de comunhão, não de danos mortais (comentário: a cama também)

III. Cortesia, correcção e prudência ajudar-te-ão (comentário: isto é só para entendidos em direito canónico, pois refere-se às Cortes, às casas de correcção e a jurisprudência. De outra maneira não se entende)

IV. Sê caridoso e ajuda o próximo em necessidade (comentário: só falta dizer "dá-lhe uma mãozinha")

V. O automóvel não seja para ti expressão de poder (comentário: usa antes uma arma de fogo)

VI. Convence os jovens a não conduzirem quando não estão em condições de o fazer (comentário: claro, só depois do casamento!)

VII. Apoia as famílias das vítimas dos acidentes (comentário: ajuda a pagar a missinha do sétimo dia)

VIII. Procura conciliar a vítima e o automobilista agressor, para que possam viver a experiência libertadora do perdão (comentário: lembra, portanto, ao agressor que tem que perdoar a vítima)

IX. Na estrada, tutela a parte mais fraca (comentário: é isso mesmo, põe a camisinha)

X. Sente-te responsável pelos outros (comentário: vigia o comportamento dos teus vizinhos e denuncia-os se se portarem mal)

E não se preocupam os vaginofóbicos com a guerra, a fome, as doenças, o desalojamento, as catástrofes naturais e todos os cavaleiros do apocalipse do capitalismo global. Nem conseguem viver a experiência libertadora da aceitação da culpa pelas crianças vítimas da lubricidade dos padres americanos, pelos dois mil anos de aviltamento das mulheres, pelas cruzadas e pelos crimes infames contra a humanidade cometidos pelas igrejas cristãs.

O "decálogo dos condutores"? Que parolismo paroquiano!

 

Etiquetas: 

Etiquetas: 

Joomla templates by a4joomla